Buscar
  • caio

Dados Abertos

Na Polo Planejamento, dados são um importante componente dos trabalhos que desenvolvemos e, por isso mesmo, a disponibilização de dados abertos pelo poder público desempenha um grande papel em nosso cotidiano.


Um dos dados mais consumidos pela Polo Planejamento são aqueles produzidos pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), um órgão do governo federal. Com alguns cliques, não só profissionais de planejamento, mas virtualmente qualquer pessoa com um computador fabricado nos últimos 10 anos e acesso à Internet, pode descarregar informações sobre a população dos mais de 5 mil municípios brasileiros. Fundações estaduais, como a Seade, do estado de São Paulo, ou a João Pinheiro, do estado de Minas Gerais, também realizam projeções utilizando os dados do Instituto, ou seja, os dados populacionais do IBGE, por serem abertos, são enriquecidos e republicados pelos governos estaduais, que estimam quantos habitantes viverão nos municípios integrantes de seus estados.


Simplificadamente, um dado aberto nada mais é do que uma informação que pode ser acessada sem entraves e, geralmente, conta com algum tipo de documentação. Na maioria das vezes, as informações são disponibilizadas na Internet em formato de tabela, o que facilita sua compreensão e manipulação por máquinas e também por pessoas.


Com a evolução tecnológica e, consequentemente, o barateamento da capacidade de processamento e armazenamento de informações por meio de computadores pessoais, além da profusão de telefones inteligentes e outros hardwares de baixo custo, estamos, mesmo sem perceber, produzindo e consumindo dados a todo momento. Como já abordamos no passado, as cidades podem se beneficiar desse ambiente tecnológico, promovendo a justiça social e o aprimoramento da tomada de decisão por meio dos dados que produzem e podem consumir, se transformando em cidades inteligentes.


Num ambiente formado por cidades cada vez mais comprometidas e imersas na produção e consumo de dados, se adotadas boas práticas de transparência e abertura de dados, é natural que surjam reflexos no tecido empresarial e no mercado de trabalho, o que poderá se traduzir na busca por profissionais capacitados para encarar desafios e atividades envolvendo análise e tratamento de dados.


Prestes a completar 6 anos de existência e formada por uma equipe multidisciplinar, a Polo Planejamento tem acumulado experiências exitosas ao unir dados abertos e softwares livres, que possuem código-fonte aberto e, na grande maioria das vezes, dispensam completamente a aquisição de licenças e possuem versões para diferentes sistemas operacionais. Agregando valor aos dados disponibilizados pelo poder público, desenvolvemos soluções modulares para processos de ETL (extração, transformação e carga) e integramos diferentes dados de diferentes tipos e formatos.


Continue acompanhando nossas publicações para mais conteúdos sobre dados abertos.

0 comentário